Os Sete Pecados Capitais

Segundo São Gregório Magno
e
São Tomás de Aquino



São João revela-nos, na sua I epístola, a existência de três concupiscências como fonte de todos os pecados, especialmente dos sete pecados capitais: "Tudo o que está no mundo é ou concupiscência da carne, ou concupiscência dos olhos, ou orgulho da vida" (I Jo 2,16).
Da concupiscência da carne nascem: a gula, a luxúria e a preguiça.
Da concupiscência dos olhos nasce: a avareza (e também a curiosidade, que não é um pecado capital, mas que pode servir todas as concupiscência).
Do orgulho da vida nascem: o orgulho ou amor da vã glória, a inveja e a cólera.
O quadro seguinte pode-nos esclarecer sobre as consequências para a alma dos sete pecados capitais e encoraja-nos a fazer "jejum do pecado", que deve necessariamente acompanhar as nossas penitências (oração, jejum, esmola).

I - ORGULHO OU VÃ GLÓRIA
"Paixão que nos leva a sobre-estimar e a procurar de modo exagerado a glória"
GERA:

  • Ø Jactância - Coloca-se a si mesmo à frente e dá-se valor por presunção...
  • Ø Afetação das novidades - ou querendo causar admiração e impressionar pelas suas atitudes audaciosas ou rebuscadas (modas, idéias, etc.)
  • Ø Hipocrisia - ou ainda, simulando a posse de certas qualidades, para parecer o que na verdade não é.
  • Ø Obstinação - Distingue-se dos outros pela teimosia do seu espírito...
  • Ø Discórdia - ou pela sua vontade de desacordo, onde os corações deviam estar unidos...
  • Ø Contenção - Impõe-se os outros por palavras duras.
  • Ø Desobediência - manifesta-se desde a insubmissão à revolta.


II - INVEJA
"Tristeza com o bem de outrem, porque esse bem é entendido como uma diminuição da sua própria excelência pessoal"
GERA:

  • Ø Cochichos - Procurar rebaixar a glória de alguém falando em segredo.
  • Ø Maledicência - em seguida, fere-se a sua reputação, dizendo abertamente mal.
  • Ø Alegria com o mal de outrem - Se o mal chega a alguém: "É bem feito!".
  • Ø Tristeza pelo seu bem - Inveja-se a pessoa pelos seus bens materiais e espirituais (este último ponto é um pecado contra o Espírito Santo).
  • Ø Rancor pelo próximo - Deseja-se mal ao próximo.


III - CÓLERA
"Paixão desregrada que nos leva a vingarmo-nos do que nos ofende".

GERA:

  • Ø Indignação - No coração: irritação ao pensamento de quem nos fez mal...
  • Ø Fúria do espírito - Enche-se o espírito de perturbação para encontrar meio de se vingar.
  • Ø Clamor - Nas palavras, manifesta-se a cólera levantando a voz.
  • Ø Injúria - As palavras tornam-se ultrajes contra o próximo...
  • Ø Blasfêmia - Contra Deus, para jurar, clamando vingança.
  • Ø Rixa - a querela passa aos atos: violência física.


IV - AVAREZA
"Amor desregrado pelo dinheiro e bens materiais"
GERA:

  • Ø Dureza de coração - Desejo excessivo de conservar o dinheiro; o coração deixa de se abrir às necessidades dos outros.
  • Ø Inquietação - Desejo excessivo de obter dinheiro, o que leva a cuidados e preocupações exageradas.
  • Ø  Violência - Para se apoderar do seu bem, seja abertamente pela força...
  • Ø  Embuste - Seja de modo disfarçado pela artimanha - por palavras...
  • Ø  Perjúrio - (agravo pelo falso juramento)...
  • Ø  Fraude - Por atos.
  • Ø  Traição - Violação dos segredos do próximo, com o fim de ganho de dinheiro (Judas).


V - GULA
"Procura desordenada do prazer no beber e no comer"
GERA:

  • Ø Estupidez - A inteligência indisposta pelos vapores que sobe à cabeça e que impedem a reflexão, a oração, etc.
  • Ø Alegria vã - A razão perde a sua ascendência sobre a vontade; já não manda, porque “o vinho faz crer que tudo é bem estar e felicidade".
  • Ø  Loquacidade - Desordem nas palavras: "a língua agita-se a torto e a direito".
  • Ø  Palhaçada - Desordem dos gestos: "tudo é bom para rir".
  • Ø Impureza - Desordem do corpo: a falta de asseio, falta de reserva e todas as espécies de excessos.


VI- PREGUIÇA
"Procura desordenada do repouso e do prazer em nada fazer, negligenciando o seu bem espiritual"
GERA:

  • Ø  Desespero - Renuncia ao fim que o faz triste, o bem divino.
  • Ø  Pusilanimidade - Falta de coragem em relação aos meios de perfeição, que parecem muito penosos.
  • Ø  Indolência - os mandamentos comuns a todos são uma fonte de tristeza e são negligenciados.
  • Ø  Rancor - Ressentimento contra aqueles que nos querem conduzir a caminhos mais perfeitos.
  • Ø  Malícia - Desprezo pelos próprios bens espirituais.
  • Ø  Desvio para as coisas interditas - Procura de outros bens interditos, para preencher o vazio afetivo.


VII - LUXÚRIA
"Procura desordenada do prazer da carne"
GERA:

  • Ø  Cegueira
  • Ø  Precipitação
  • Ø  Inconsideração
  • Ø  Inconstância - As quatro atingem a inteligência:
1)- Apreensão: "O amor é cego".
2)- Deliberação: Sem autocontrole, não existe reflexão.
3)- Julgamento: Erro, ilusão, decisões inflexíveis.
4)- Resolução: Indecisão, tergiversações.

  • Ø  Egoísmo - Deu as desordens da vontade:
1)- Escolha do fim: "Quero o meu prazer, ainda que desordenado...
2)- Aversão a Deus - ...mesmo que Deus mo proíba..."
3)- Amor da vida presente e horror da vida futura
4)- Escolha dos meios: "Nada me interessa mais do que as alegrias da vida presente!"




Sobre a obra de Hieronymus Bosch
Os Sete Pecados Capitais
(obra de 1480 – Museo del Prado, Madrid)
Não se sabe ao certo qual a origem desta obra. Talvez provenha da encomenda de uma ordem monástica da época. Sabe-se apenas que posteriormente passou a compor a coleção rei espanhol Felipe II, juntamente com outras obras do artista.
Bosch escolhia para seus temas moralistas personagens de lendas, provérbios e superstições populares, dando-lhes um aspecto alegórico na representação – como também vemos em “A Morte do Avarento”. Com isso ele criou uma iconografia fantástica própria, que lhe permitiu abordar desde os pecados humanos até sua terrível consequência, o inferno. Bosch demonstrou sua preocupação com o homem, mostrou de forma contundente e sem rodeios sua percepção apocalíptica da condição humana.
Na obra Sete Pecados Capitais, Jesus Cristo se encontra no centro do painel, cercado por um largo anel dourado no qual está inscrito em latim: "Cuidado, cuidado, Deus vê". A esfera central tem a aparência de um olho humano, e Cristo estaria dentro da pupila. A imagem remete ao significado do olho de Deus, que tudo vê. No restante, temos a representação de cada um dos sete pecados capitais (avareza, soberba, gula, ira, inveja, preguiça e luxúria) em cenas que poderiam ser vistas no cotidiano de sua região. Nos quatro cantos do painel encontramos círculos, dentro dos quais estão representados: a morte, o juízo final, o inferno e a glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário