Receba as atualizações do † Almas Devotas ➜ Recadastre-se

Enter your email address:

Leitura Indulgenciada - A Alma Gloriosa de Maria - 19

Orações - Clique Aqui


XIX. ALMA DE MÁRTIR
Se Maria soube cantar e, com seu cântico inspirado, encher de tons alegres as naves do templo imenso deste mundo, não foi porque lhe tivesse sido poupado o sofrimento. Não; depois de Jesus, foi ela que do sofrimento recebeu maior quinhão. De modo que a Igreja lhe chama na sua linguagem exata “Rainha dos Mártires”. E com quanta razão! — Quem ama quer dar provas de seu amor. E quanto maior for o amor, maior será a prova. Por isso afirmou Jesus Cristo que não há maior caridade do que dar a vida por quem se ama... As almas mesquinhas não amam. Porque amar é dar uma parcela de si mesmo. Ou dar-se todo inteiro. E disso são elas incapazes. As almas grandes, porém, amam. Porque sentem necessidade de se sacrificar. Dividem-se. Dão-se aos pedaços. E, sendo intenso o amor, é completo o holocausto. É, assim, a história do martírio. A história de Cristo, o mártir divino. A história de Maria, rainha dos mártires. Cuja vida é um sacrifício perene, marcado pelos sete grandes sacrifícios que fizeram, por assim dizer, Maria ser martirizada sete vezes.